Já decidi que Vou usar fraldas reutilizáveis, mas o que devo comprar?

Se já decidiram que o melhor para o vosso bebé é utilizar fraldas reutilizáveis então segue um resumo o que precisam de ter:

Em resumo devemos ter:

30 Fraldas
2 Sacos para balde
2 saco de transporte
Detergente (1 embalagem de Rockin Green dá para uns 5 meses, 1 embalagem de detergente Potion dá para umas 5 semanas)

Opcional:
6 packs de Toalhitas Reutilizáveis
6 absorventes para a noite (a comprar apenas aos 9 meses do bebé)
1 Embalagem de revestimento biodegradáveis ( a comprar apenas aos 6 meses do bebé)

Agora;  já sei que tenho de ter 30 fraldas mas quais?!

Idealmente devemos ter 12 fraldas recém nascido e 30 tamanho único,  no entanto caso desejemos apenas comprar fraldas tamanho único que na sua maioria servem dos 4 aos 17Kg o ideal é comprar um pack multimarca, estes pack têm todas as fraldas tamanho único das diferentes marcas e vai permitir conhecer de perto as que prefere, vamos sempre utilizar todas mas este pack vai permitir percebermos que tipo de fralda se adapta mais a nós. Depois podemos optar por um pack das marcas que mais gostamos.

Uma das compras mais comuns são os packs multimarca  , também existem os packs de uma determinada marca apenas, um pack blueberry ou Bumgenius, estas são as compras mais comuns na Ecologicalkids e aquelas que os pais consideram as mais seguras.

Como absorventes para a noite a opção vai para comprar 2 ou 3 packs de absorventes de carvão de bambú, mas esta é uma compra a fazer se necessário apenas quando o bebé tiver uns 9 meses.

Para os dois sacos para balde geralmente a escolha vai para aquele que parece mais bonito e se adapta à decoração lá de casa, eu tenho 3 sacos para balde e estão óptimos e prontos para o próximo bebé.

Tal como já sabem eu tenho 72 fraldas porque depois acabamos por comprar mais esta e aquela, comigo aconteceu com a entrada na creche, decidi que queria mais das minhas preferidas para serem “As fraldas da creche“, depois aparece um padrão lindo e pronto mais uma mas 30 é mesmo o número minimo confortável.

 

Fraldas reutilizáveis ecológicas Wonderoos

Fraldas reutilizáveis ecológicas Wonderoos

fraldas-de-tamanho-unico-wonderoos

As Fraldas Wonderoos são perfeitas para bebés que fazem muito xixi. Desenhadas no Reino Unido são fraldas de tamanho único, ou seja a mesma fralda serve a bebés dos 4 aos 17 Kgs uma vez que se podem ajustar tanto em altura como em cintura através de um sistema de resistentes molas. O exterior impermeável respirável retém toda a humidade e o interior em contacto com a pele do bebé é em tecido stay dry afastando o xixi do bebé proporcionando o efeito “rabinho seco”. A fralda tem um bolso largo onde iremos colocar os absorventes de forma a que seja fácil reforçar a absorção para bebés que dormem muitas horas ou até a remover na hora da lavagem.

interior-wonderoos

Cada fralda Wonderoos já inclui dois absorventes um grande em bambú dobrado em três para que seja mais fácil secar e um absorvente ergonómico em microfibra. O absorvente em bambú tem duas molas uma azul e uma rosa que se podem prender aos absorvente de microfibra, quando apertar os absorvente na mola rosa estará a ajustar a absorção para menina e caso coloque na azul irá ajustar a absorção onde os rapazes mais necessitam. Junto ás pernas o elástico reforçado das Wonderoos irá ajustar perfeitamente à perna do seu bebé e a mola de sobreposição na cintura permitirá utilizar a fralda em bebés ainda mais pequeninos. Disponíveis em diferentes cores e padrões esta é uma fralda perfeita para qualquer coleção.

wonderoos-cores

As fraldas Wonderoos estão disponíveis na nossa Loja online e nas nossas Lojas de Lisboa e Porto. Cada fralda custa 22,50€ e tal como já referi já inclui os absorventes. Tal como todas as fraldas reutilizáveis esta é a opção mais económica, ecológica e saudável para o bebé.

Quer poupar ainda mais com fraldas reutilizáveis Wonderoos? Compre em pack

A nossa lavagem em… 3,2,1!

A nossa lavagem em… 3,2,1!

Pelo nosso blog vão encontrar vários artigos relacionados com a lavagem das fraldas reutilizáveis, mas sendo um dos temas que mais dúvidas suscitam resolvi mostrar-vos e falar uma vez mais como é que fazemos cá em casa.

DSCF8584 (004)c

1 – Coloco as fraldas sujas no saco impermeável para balde, este é o da Piriuki com fecho em baixo, basta abrir e sai tudo na máquina, sem precisarmos de sujar as mãos.

DSCF8569 (004).JPGDSCF8573 (004).JPG

2 – Cerca de 18 fraldas, dobro dos absorventes e toalhitas estão dentro da máquina e prontas para serem lavadas.

DSCF8576 (004)

2- Na gaveta, na zona do detergente coloco uma medida cheia de Rockingreen (Hard). Neste caso como achei que tinha muitas fraldas coloquei mais um bocadinho de detergente. A dose de detergente deve ajustar-se à quantidade de fraldas e absorventes que se tem para lavar.

DSCF8578 (003).JPG

DSCF8580 (005)DSCF8579 (003)

3- Escolho o programa Sintéticos com Pré Lavagem. A Pré Lavagem é muito importante! Nesta fase a máquina vai passa-las cerca de 20 minutos por água e retirar resíduos de cocó e o excesso de xixi dos absorventes. Assim, quando a lavagem é iniciada as fraldas já não estão tão sujas tornando mais eficaz a ação do detergente. Se quiserem ler mais sobre a importância da pré lavagem consultem este post: https://ecologicalkidsblog.com/2014/05/06/pre-lavagem-obrigatoria/

DSCF8581 (005)

4 – Este programa por defeito tem associada uma temperatura de 40ºC e centrifugação de 1200 rotações. Mas se eu quisesse poderia mudar. Às vezes, para secarem mais depressa ponho a centrifugação em 1400.

5- Seleciono a opção ECO que é mais demorada mas gasta menos energia

6 – E para finalizar escolho ainda fazer um enxaguamento Extra (botão extra ali no cantinho direito). Gosto de ter a certeza que o detergente é mesmo bem retirado e não ficam resíduos no tecido.

DSCF8583 (004)

Todas estas fases são programadas logo no início da lavagem que no total tem uma duração de 2h29m. A minha máquina tem capacidade para 8 kg e lavo só fraldas.

DSCF8582 (004).JPG

É importante que a máquina não vá extremamente cheia, estará tudo tão apertado que dessa forma a água e detergente não conseguem chegar a todos os cantinhos dos tecidos (é quase como se lavássemos as nossas mãos com elas fechadas, dentro não ficariam bem lavadas).

Contudo, também não devemos lavar só meia dúzia de fraldas pois aí não se vão esfregar convenientemente e como tal ficarão também mal lavadas. É fundamental colocar fraldas suficientes para que exista fricção ou caso se tenha poucas fraldas se misture outra roupa para que essa fricção exista.

O ideal é  encher a máquina até sobrar o espaço de um palmo de uma mão. Não se esqueçam também de ajustar a dose de detergente à quantidade de fraldas que vão lavar.

Escolham programas de lavagem intensivos! Lembrem-se que as fraldas estão muito sujas, os absorventes retêm muito xixi que por vezes estão 2 ou 3 dias à espera de serem lavados. Por isso faz toda a diferença que o programa escolhido seja de lavagem intensiva, seja indicado para roupa bastante suja e demore pelo menos 60 min.

Nestas 2h29 que a máquina esteve a lavar aproveitei para fazer outras coisas, inclusive passear e brincar com o João.

DSCF8585 (003).JPG

 

Depois da lavagem concluída, tirei tudo para o cesto da roupa e pus a estender na varanda.

DSCF8587 (003).JPG

DSCF8588 (003).JPG

Aproveitar que a chuva nos deu tréguas estes dias!

E vocês, como é a vossa lavagem das fraldas, alguma dica que queiram partilhar? Satisfeitas/os com as Vossas máquinas? Dúvidas?

Até ao próximo post!

Carla.

Quantas vezes por semana lava as Fraldas Reutilizáveis do seu bebé?

Outro dos questionários que esteve disponível para os clientes ecologicalkids durante o ano de 2015 foi a questão sobre quantas máquinas de fraldas faziam por semana e  40,6% lavam 3 vezes por semana.

As fraldas podem ser lavadas juntamente com outra roupa se os pais assim desejarem, desde que sejam cumpridas as indicações de lavagem mais importantes que são:

  • fazer pré lavagem (sem detergente)
  • lavar até 40ºC
  • Programa de lavagem para roupa muito suja ou no mínimo com 60 minutos
  • Detergente recomendado (sem enzimas, branqueadores óticos, óleos, glicerina e parafina)
  • Estender para secar
  • Os absorventes das fraldas podem ser secos na máquina de secar
lavagem de fraldas reutilizaveis

 

 

Qual a Razão que o Levou a escolher Fraldas Reutilizáveis

No final do ano passado tivemos disponível durante vários meses no site um questionário com a pergunta: Qual a Principal Razão que o levou a escolher Fraldas Reutilizáveis ?

Tendo como opções de resposta as mais comuns , O Ambiente, a Saúde, a Poupança e a Estética.

E razão da maioria dos nossos clientes na escolha por fraldas reutilizáveis foi a Saúde com 38,9%  seguida muito perto das preocupações Ambientais com 37,4€% e a Poupança com 23,7%

Nas lojas, no nosso contato directo com os clientes de facto notamos este resultado do questionário, a promoção da saúde é sem dúvida a razão principal da opção por fraldas reutilizáveis seja em sistema misto ou total.ecologicalkids_fraldas_reutilizaveis

São  várias as razões já apresentadas em revistas cientificas sobre esta questão (os dados bibliográficos podem ser encontrados na nossa área de Perguntas Frequentes), algumas dessas razões são:

– Aumento dos Problemas respiratórios na população mundial, como no caso da asma, podem estar ligados com a inalação dos produtos químicos que compõem as fraldas descartáveis.  (Segundo a edição americana de Setembro/Outubro de 2006 dos Arquivos de Saúde Ambiental)
–  Dioxinas na pasta de papel das Fraldas Descartáveis (pois é utilizado no branqueamento da pasta de papel da Fralda Descartável), as dioxinas podem provocar doenças cancerígenas, defeitos congénitos, danos hepáticos e doenças de pele.
 – As Fraldas Descartáveis contêm poliacrilato de sódio, um tipo de polímero super absorvente, que se transforma em gel quando húmido. Uma substância similar já foi utilizada em absorventes internos no início dos anos 80 quando se revelou que este tipo de absorvente aumentou o risco de síndroma de choque tóxico .
 – Algumas marcas de Fraldas Descartáveis contêm “tributhil-tin”, um poluente tóxico conhecido por causar problemas hormonais em humanos e animais .
 – Aumento do eritema da fralda, pois e 1955, antes do aparecimento das fraldas descartáveis a estimativa era de que apenas 7% dos bebés e crianças tinham “alergia da fralda”. Em 1991, já após as descartáveis dominarem completamente o mercado o número passou a ser de 78% de bebés com “alergia da fralda”.
 – Sobre aquecimento dos testículos, em Maio de 2000, os Archives of Disease in Childhood publicou uma pesquisa demostrando que a temperatura provocada no escroto dos bebés rapazes que usam fraldas descartáveis enfraquece ou destrói por completo o controlo do mecanismo fisiológico de arrefecimento testicular, importante para uma espermatogênese normal no futuro

 

 

 

10 Decisões para o Bebé, o Planeta e a Carteira – Decisão 1 e 2

10 Decisões para o Bebé, o Planeta e a Carteira – Decisão 1 e 2

Novo Ano, novos planos, novas metas, novos desafios. É no início do ano que fazemos um balanço do que passou, do que conquistámos e do que queremos conquistar. Parece que sempre que um novo ano começa que a nossa força de vontade ganha ainda mais fôlego. Muitos de nós definimos como meta poupar mais e as razões são várias, ainda mais quando temos ou iremos ter um bebé (ou mais um) . Neste momento de balanço estamos nós prontos a começar o novo ano, para sermos melhores pessoas, melhores exemplos e melhores pais.

Um bebé representa sempre mais gastos a ter em conta. Será que conseguimos diminuir despesas, mas não no conforto do bebé nem no nosso e ainda ajudar o planeta? Claro que sim!

Existem pequenos gestos que fazemos no dia-a-dia e que têm um impacto no nosso bolso e no planeta. Com o ano a começar vamos dar 10 dicas para ajudar a poupar este ano e ainda ajudar o planeta, sempre a pensar no melhor e mais confortável e saudável para o bebé.

1 – Usar fraldas reutilizáveis – Sempre que muda a fralda do seu bebé estará a deitar cerca de 0,25 centimos ao lixo já pensou nisso? Para além do fator económico existe também o fator de conforto,pois o seu bebé estará 24 horas em contacto com papel e plástico, imaginem um penso higiénico gigante 24 horas por dia durante cerca de 2,5 anos. Por vezes mudar de perspectiva ajuda-nos a pensar em soluções que até aí pareceram não existir. Longe das antigas fraldas de pano as novas fraldas reutilizáveis são feitas em materiais suaves e fáceis de manter, fáceis de colocar e são super absorventes. Feitas em materiais resistentes, laváveis e respiráveis as fraldas reutilizáveis do século XXI afastam o xixi do bebé e absorvente durante longas horas. Várias marcas disponibilizam um tamanho único que permite que a mesma fralda se ajuste dos 3,8 Kgs até aos 17 (sensivelmente 3 anos). Leram bem, o mesma fralda ajusta-se e cresce com o bebé e serve do nascimento ao desfralde. Em vez de terem vários tamanhos apenas um, imaginem como seria bom que os bodies e babygrows do nosso bebé se pudessem ajustar até aos 3 anos! Quem já tem bebés sabe como crescem rápido! Optar pelas fraldas reutilizáveis pode ajudar-nos a poupar cerca de 1300 euros num primeiro bebé e mais de 3200 num segundo filho. Verdade, para além de serem ajustáveis as fraldas podem ainda serem usadas num segundo bebé, tal como outra peça de roupa. Bastam 30 a 36 fraldas e vez de cerca de 7800 fraldas que irá usar durante 2,5 anos (pelo menos)! Conseguirmos uma poupança destes valores nos primeiros anos do bebé tem já um grande impacto no nosso bolso, para já nem falar da pegada ecológica. Sabiam que uma fralda descartável demora cerca de 500 anos a decompor-se e que cada bebé irá produzir uma tonelada de resíduos só em fraldas descartáveis? Incrível como algo que usamos por hora demora tanto tempo a desaparecer na natureza!

Poupe mais de 1300 euros em fraldas!

Poupe mais de 1300 euros em fraldas!

Veja em pormenor as contas no nosso site

2 – Discos de Amamentação Reutilizáveis – A amamentação é uma fase importante da vida da mãe e do bebé. Neste momento os nossos seios irão ficar mais sensíveis e por vezes irritados e gretados. É importante ter em conta o bem estar da mãe também ajudará na amamentação do bebé, por isso é importante cuidarmos da saúde dos seios. Os discos descartáveis têm um gel super absorvente, à semelhança das fraldas descartáveis e dos pensos higiénicos e ao absorverem a humidade absorvem tambem a humidade natural da pele, por isso os nossos seios ficam ainda mais secos e sensíveis. Para além deste incómodo, muitas vezes (no verão principalmente) o disco tem tendência a colar-se à pele e a ser doloroso remover, para além de muitas vezes ter um cheiro característico (tipo leite azedo). Na maioria das vezes iremos mudar cada vez que damos de mamar, pois não nos sentimos confortáveis ou seja iremos em média 8 a 10 discos por dia, caso a amamentação dure até aos 6 meses de idade do nosso bebé precisaremos de cerca de 1.440 discos, tendo em conta que cada disco descartável custa em média 13 cêntimos iremos gastar só em discos de amamentação cerca de 187,20 euros. Optar por discos de amamentação reutilizáveis, feitos em algodão suave, impermeáveis, respiráveis, que não se notam através do soutien e que respeitam a pele do mamilo significa poupar no mínimo 171,21€ pois apenas precisaremos de 6 discos que custam 15,99€. Caso a amamentação dure mais tempo estes valores são ainda mais significativos.

Clique aqui para conhecer os nossos discos de amamentação reutilizáveis.

 

Nos próximos dias vamos falar de mais 8 dicas para um ano mais poupado, mais ecológico e mais saudável para o bebé.

Velcro ou Molas?

Numa fase da minha vida enquanto mãe eu respondi velcro, foi bem lá no início quando o João era um bebé mais pequenino e comecei a utilizar as fraldas de tamanho único ainda intercaladas com as de recém- nascido.

Achava que as conseguia ajustar melhor, os velcros davam para sobrepor e adaptar na cintura magrinha do João, o velcro era mais fácil, mais rápido, mais tudo!

Passada a fase de recém- nascido, mais ou menos a partir dos 3 meses, velcro ou molas passou a ser indiferente. Depois de mudar centenas de vezes a fralda, o tira e põe passa a ser mecânico, para mim era tão fácil mudar uma fralda de velcro como de molas.

giraffe_molas_fraldas ecologicas fralads ecologicalkidsA viragem dá-se partir do momento em que o João se começa a sentar e mais tarde a gatinhar e reparo que a barriguinha roça na zona do velcro ficando vermelha.

Nessa altura confesso que comecei a preferir bem mais as fraldas de molas!

A manutenção é mais fácil. Com os velcros tinha de ter o cuidado de os fechar para que não se agarrassem às outras fraldas e absorventes na lavagem e a cada passo lá andava eu com a unha ou um palito a tentar tirar os pelos que com o tempo vão ficando grudados na fralda e não a deixam com um aspeto tão bonito 🙂
giraffe_molas_fraldas ecologicas fralads ecologicalkids

Com o João cada vez mais mexido as fraldas de molas assentam e ajustam melhor no corpo. Quem diria que já achei o contrário? 🙂

Outro dia, às quatro da manhã, num dos muitos episódios de insónias do João, acordo eu ao som (tão maravilhoso) de um abrir e fechar de velcros.

 

Lição nº 1; nunca mais colocar uma fralda de velcro só com t-shirt!
Hoje se me perguntam o que gosto mais, respondo molas! Claramente.

E vocês?

 

 

 

Usar reutilizáveis em dois filhos de idade próxima

Começo por dizer, embora muitos já o saibam que tenho 3 filhos: o Francisco, o Guilherme e o Henrique 🙂

O Francisco e o Guilherme bem como o Guilherme e o Henrique têm 18 e 33 meses de diferença de idades, respetivamente. Por duas vezes, juntei dois filhos com idades e necessidades diferentes a utilizar fraldas ao mesmo tempo. Muitos me perguntam, como fiz? Como consegui?

Acredito que tudo na vida com algum planeamento, treino e organização se consegue e se assim pensei melhor coloquei mãos à obra! Não fazia, para mim, sentido utilizar reutilizáveis no Guilherme porque era alérgico e continuar com a descartável com o mais velho era um desperdício de tempo, energia e dinheiro… estabeleci regras e como prática traz a perfeição quando o Henrique nasceu eu já estava pro nesta arte de ter tudo pronto!

Tal como separo a roupa dos meus filhos por tamanhos, também nas fraldinhas cada um tinha as suas… tal como existe uma gaveta para as camisolas, outra para calças, outra só para meias ou só para boxers existem as gavetas das fraldas!

O Francisco largou a fralda de dia bastante cedo 🙂 pelo que as suas fraldas estavam ajustadas no tamanho máximo e com mais absorção e posso me gabar de conseguir noites ininterruptas de sono (10/12h) e sem fugas até ao dia em que deixou de ser preciso fralda… por outro lado, o Guilherme, começou por usar maioritariamente as fraldas de elástico ajustadas especialmente para ele porque eram aquelas que melhor se ajustavam à sua morfologia numa fase inicial… Quando o Henrique nasceu o Francisco há muito que tinha deixado as fraldas e o Guilherme apenas usava de noite!
IMG_6665 IMG_6670

O Henrique estreou as fraldas de recém-nascido… e, mesmo que se juntassem, não havia confusão possível com as do Guilherme! 🙂

Em resumo, recomendo que caso tenham mais do que um filho a utilizar fraldas, embora até possam ter fraldas tamanho único o mais prático é estabelecer as fraldas de cada um, e não mexer no ajuste sempre que vai a lavar.

A separação por gavetas caso seja possível é também uma solução prática, lembrem-se que a exigência de absorção e ajuste é diferente de bebé para bebé, por exemplo enquanto que as fraldas tamanho único de elástico até se possam usar bastante cedo mesmo quando o bebé é pequeno, para um bebé maior prefiro sem dúvida as Blueberry.

 

Piriuki, no Programa Imagens de Marca

Na passada semana o programa Imagens de Marca da Sic Noticias visitou a ecologicalkids para fazer uma reportagem sobre a Piriuki, essa reportagem vem na sequência do Prémio recebido pela Piriuki nos Green Project Awards, onde venceu o Produto do Ano 2013, passado apenas uns meses a Piriuki também foi distingida no Mother&Baby Awards para Melhor Fralda Reutilizável, no Reino Unido.
A Piriuki recebe todos os dias feedback positivo de várias mães espalhadas pelo Mundo e o orgulho é imenso por ser uma marca portuguesa.