Plantas que filtram o ar

Plantas que filtram o ar

Decidi partilhar esta descoberta convosco porque achei mesmo muito interessante, espero que também achem.

A NASA, a agência espacial americana com o objetivo de descobrir que plantas devia enviar para uma espação espacial  fez um estudo de dois anos com o nome Interior Landscape Plants for interior air pollution abatement, sobre as plantas que melhor filtram o ar.
O estudo está mesmo no site da Nasa, imprimi e estive a lê-lo e andei á procura das plantas pelo o nome que indicaram e fiquei contente por ver que até são fáceis de arranjar em Portugal e algumas bem conhecidas, acessíveis e melhor nada caras!
Estes estudo é de facto importante pois como a poluição interior também existe e relaciona-se com os móveis e produtos de limpeza que utilizamos bem como com os ar condicionados e as condutas de ventilação.
Estas plantas identificadas pela NASA para além de produzem oxigénio do Co2 também absorvem o que a Nasa considera os piores químicos que podemos ter dentro de casa:

–  o benzeno, presente nas borrachas, gasolina, tintas, fumo de tabaco e detergentes é cancerisno e causa dores de cabeça e tonturas – já pensaram que por vezes podem ter dores de cabeça e pode ser pela presença de algo de borracha que está a libertar benzeno?!
– o formaldeido, quimico, segundo os testes da Nasa, encontrado em todas as casas, na espuma de enchimento, toalhitas de papel, contaplacado provoca irritação nos olhos, garganta, eritemas na pele sendo considerado uma das causa da asma.
tricoroetileno é utilizado em metal, detergentes desengurdorantes, adesivos, vernizes e limpeza a seco, provoca dores de cabeça, problemas renais, é cancerisno.

Ou seja, a cozinha, sala e mesmo os quartos ganham em ter pelo menos uma destas plantas.
Segue a lista da NASA, que podem imprimir e levar convosco caso saiam para comprar umas plantas :-), optei por colocar o nome original em latim pois geralmente é assim que está identificado nos hortos, espero que gostem, para imprimir basta clicar aqui.

Nota importante, a Nasa diz que para se ter um ambiente limpo deve existir pelo menos uma planta por cada 100 m2, a minha casa tem menos que isso pelo que uma plantinha parece que é suficiente 🙂

Seguem algumas imagens para verem como são comuns (uma dela é a dracaena, o chamado Bambu da sorte).

Dia 20 de Maio da Loja de Lisboa das 13.30 às 19h vamos fazer troca de plantas 🙂 Vamos ter pezinhos de algumas das que purificam o ar
Se têm plantas retirem um pezinho e tragam e podem trocar por outra que gostem.

 

 

Toalhitas Reutilizáveis Multiusos – Objetivo Desperdício Zero    | por Claudia Rodrigues

Toalhitas Reutilizáveis Multiusos – Objetivo Desperdício Zero | por Claudia Rodrigues

Quando falamos em toalhitas reutilizáveis, pensamos em limpar os rabinhos dos bebés, os narizinhos, as carinhas, babinhas, enfim, uma multiplicidade de utilizações que quaisquer pais bem conhecem.

Mas… o que se calhar não pensamos é que estas toalhitas-maravilha têm potencial para isso e muito mais!! Não é só para os pais, não, nem sequer só para os pais com filhos em idade de fralda… a verdade é que elas podem ser uma aliada ferramenta para quem quiser reduzir a sua pegada ecológica com um menor lixo/desperdício produzido, levar uma vida mais simples e com menos produtos químicos tóxicos e ainda poupar na carteira…

No caso da minha família, mais de 2 anos após o desfralde da minha filha, elas continuam a uso, e bem intensivo! Lá em casa, aderimos fortemente ao “objectivo desperdício zero”, ou lixo zero (o ambiente agradece, e a carteira também)!!
Queremos reduzir ao máximo todos os “descartáveis”. E é aqui que as toalhitas reutilizáveis entram com pompa e circunstância!

Elas servem de guardanapo na lancheira da escola (e limpam melhor que qualquer outro, e ocupando menos espaço!), ou guardanapo cá de casa, e não apenas para a criança, mas para os adultos também! Elas servem para limpar os olhos, lavar a cara, desmaquilhar, limpar o nariz, as de turco até fazem esfoliação, enfim, mantêm as mesmas utilizações originais, e a estender cada vez mais o seu repertório. Rapidamente percebi que se eram tão eficazes com o membro mais novo (e mais sensível!) cá de casa, então também deveriam ser excelentes para os restantes!

Elas são também ótimas aliadas para os meus detergentes ecológicos caseiros, que fabrico eu mesma! 🙂
As toalhitas reutilizáveis vão também servir para substituir os rolos de cozinha descartáveis (tenho umas mais fininhas para esse fim exclusivamente), e limpam melhor que ninguém, e com uma passagem muito mais rápida! E secam rápido, evitando aquele cheiro a mofo.

Esta semana fui à Ecological Kids comprar mais uns packs de toalhitas para tentar subir mais um degrau no tal “objetivo desperdício zero”. Vou deixar de usar lenços de papel totalmente. Já o fazia em casa, usando para esse fim as antigas fraldas de musselina da minha filha (ultimamente descobri as de bambu, maravilhosamente macias, que uso mais no nariz sensível da minha filha), mas essas vão passar a ser “os lenços da noite” das ranhocas que não podem esperar a meio da noite. Durante o dia, e mesmo para fora de casa, lembrámo-nos de comprar mais algumas para trazer sempre na mala, com uma bolsa de transporte impermeável (todas LINDAS de morrer!). E pronto! Simples e feito!

Já há muito que mudei para os pensos higiénicos reutilizáveis e não poderia estar mais satisfeita… a poupança no orçamento doméstico e na pegada ecológica, o lado tão prático de ter sempre ali à mão, nunca ficar “sem-stock-e-agora-tenho-mesmo-de-ir-comprar-e-não-me-apetecia-nada”, e (a melhor de todas), a maior eficácia, sem “fugas”, fazem-me recomendar às amigas sempre que posso… Aqui novamente, o “desperdício zero” sempre em mente.

Finalmente outro uso (embora eu ainda não esteja nesse “patamar” de “desperdício zero”) mas que tenho lido em blogs/grupos de facebook do tema (Zero Waste) que é: reduzir/eliminar o uso do papel higiénico, o “último” dos descartáveis. Alguns mais “radicais” do movimento, deixaram de todo o papel higiénico, usando toalhitas reutilizáveis (ou aproveitamento de tecidos que tivessem em casa), ou usando o bidé somente, ou um mix dos dois. Uma coisa é certa: quem usou toalhitas reutilizáveis nos seus bebés de fralda, usou e não teve problemas, e percebeu a sua suavidade/eficácia incomparável nestas matérias, e como tudo se resolvia com uma máquina de lavar e Rock In Green.

Agora era mudar o foco e repetir mas com todos lá em casa, adultos incluídos, nem que fosse apenas nos “xixis” para começar Habituamo-nos tanto a ver a nossa vida tal como a conhecemos que nos esquecemos que a sociedade organizada tal como está, não existe assim há tanto tempo, e estes “luxos” (e “lixos”), dos descartáveis só nos chegaram há algumas décadas (eu ainda sou do tempo dos guardanapos de pano à mesa!) – os nossos avós não conheceram descartáveis quando novos, muito menos o papel higiénico, e sobreviveram! Fica o desafio para os mais “aventureiros”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

___________________
Claudia Rodrigues é uma mãe que utilizou fraldas reutilizáveis na sua bebé e que mesmo após o desfralde continuou a usar as toalhitas para diversas funções 🙂
Aqui fica a partilha ❤

Sexta e Sábado é dia de Caça aos Ovos Ecologicalkids

Temos vários ovos escondidos nas lojas, todos eles com prémios! Entre os presentes está um Pack de Fraldas 🙂
A partir de 25 euros de compras pode procurar 1 ovo e de acordo com o valor da compra pode procurar até 5 ovos !
Venha visitar-nos  🙂

 

Workshop Gratuito -Lisboa – Baby Talks

Dia 2 de Fevereiro a partir das 15:00 na nossa loja de Lisboa daremos inicio à nossa temporada de workshops. Gratuitamente prestaremos todos os esclarecimentos aos pais e futuros pais sobre tipos de fraldas reutilizáveis, vantagens e cuidados de lavagem e secagem a ter. Prestaremos também aconselhamento personalizado sobre qual os melhores modelos/marcas para os diferentes bebés e pais. Para além das fraldas teremos também diversos especialistas que abordarão temas específicos sobre o bebé e que ajudarão os papás a esclarecer todas as dúvidas sobre as dores na gravidez e pós parto e a importância do exercício físico bem como sobre a amamentação e o sono do bebé. Ofereceremos aos participantes muitos miminhos e para eles e para os bebés bem como 5 minutos de Ecografia 4D gratuita que será feita na nossa Loja no dia do Workshop. Para ter acesso a todas as ofertas basta inscrever-se gratuitamente no nosso formulário e comparecer na nossa Loja no dia 2 de Fevereiro a partir das 15:00. workshop-baby-talks-ecologicalkids-2-fev-programa

A minha Experiência com Fraldas Reutilizáveis

A minha Experiência com Fraldas Reutilizáveis

Vamos oferecer o melhor aos nossos filhos e ao mundo?

Quando alguém me pergunta se as fraldas reutilizáveis dão muito trabalho, costumo responder que acima de tudo é um modo de estar na vida. Isto é, nunca fui fundamentalista mas a ecologia sempre fez um pouco parte da minha vida.

Quando engravidei ainda hesitei quanto às fraldas reutilizáveis, fiquei um pouco baralhada com a oferta existente contudo, rapidamente decidi que com a vida ativa que tenho e com a ida para o colégio o sistema das fraldas de bolso seria o mais pratico, por serem muito semelhantes com as descartáveis. Decidi investir apenas em tamanho único, o que acabou por ser o ideal para mim, pois ambos os meus filhos nasceram grandes e aos 2 meses ambos já usavam as fraldas. Quando são pequenos o sistema de velcro é bem mais fácil de adequar á cintura e no colégio também preferem com velcro. Eu com a experiencia prefiro muito mais as molas. Posso dizer que com 3 anos de utilização ainda nenhuma está danificada.

Um dos “problemas” com o qual me debatia era ter de explicar às pessoas, principalmente às avós (ufa, era uma canseira!!), que não era necessário colocar creme no rabinho… que as fraldas de bolso possuem o sistema Stay-Dry que protege a pele do bebé.

Consegui a proeza de quando o irmão nasceu, desfraldar a mana com 2 anos e 8 meses. As fraldas passaram diretamente para o próximo herdeiro, só tive o trabalho de voltar a colocar no tamanho mais pequeno. Ela ainda usa para as sestas.

Com a utilização apaixonei-me por três marcas: piriuki (muito absorventes e ideais para quando cresceu mais um pouco), bumgenius (das de tamanho único, foram as primeiras a serem usadas) e blueberry (padrões lindos de morrer! No entanto os absorventes são mas finos).

Também gosto do sistema tudo em um, mas apenas tenho uma por graça. São praticas, arrumo facilmente sem ter que colocar os absorventes no bolso. Mas além de demorar mais a secar, se tiver algum “entupimento”, acho bem mais difícil de lavar a altas temperaturas por o absorvente não se destacar da fralda.

Confesso que ao inicio fiquei baralhada com as lavagens, li muitas partilhas e inicialmente desesperei… tenho uma vida profissional muito ativa e lavar fraldas à mão, bem como deixar de molho durante a noite, não me parecia viável para mim. Se fosse assim tão trabalhoso… a ecologia ficaria para outra encarnação!

A verdade é que procuro que os meus filhos tenham uma boa pegada ecológica e gosto de rentabilizar o meu investimento de 28 fraldas reutilizáveis, mas se tiver que usar de vez em quando descartável uso, como já aconteceu nas férias onde não há maquina de lavar roupa e uma ou outra noite onde o cansaço aperta.

ecologicalkids

A minha rotina de lavagem das fraldas é de 2 em dois dias, despejo o saco com as fraldas na maquina (onde já estão desmontadas e bem sujinhas pois ele ainda está a mama e o cócó é liquido), e faço um programa curto de 15minutos ou passo por água com o anti-amonia. Depois junto a roupa e lavo normalmente a 40 graus com qualquer detergente em pó. Nunca uso amaciador com receios de as entupir.

No caso de querer fazer uma lavagem intensiva, lavo APENAS OS ABSORVENTES a 90 graus com detergente. Também já lavei sem detergente, para assegurar que todos os resíduos eram eliminados. No caso de ter manchas, que agora acontece mais frequentemente, o sol é milagroso!

O único trabalho de tudo mesmo é colocar os absorventes dentro do bolso… umas vezes chato, outras “terapêutico”. Nesta parte o marido não ajuda, esquece o porquê de a dobra/reforço ser para trás quando era a menina, e agora tem de ser para a frente que é menino…

Bem a maquina apitou, lá vou eu estender as fraldinhas ao sol.

Marlene Pereira

 

Marlene Pereira é mãe de dois bebés uma menina e um menino que sempre utilizaram fraldas reutilizáveis 🙂

 

 

 

Utilizar Fraldas reutilizáveis é mesmo mais económico?

Utilizar Fraldas reutilizáveis é mesmo mais económico?

Das 3 mais importantes razões que fazem com que os pais utilizem fraldas reutilizáveis (a Saúde, Ecologia e Economia) razão principal da escolha é a Saúde, em todos os questionários que temos feito essa é a maior das preocupações, segundo o último inquérito público na ecologicalkids (pode ver o post aqui) das 3 razões apenas 23,7% dos pais escolheram reutilizáveis por causa de serem mais baratas que as descartáveis.
No entanto,  tendo em conta que a família está em crescimento a economia é também um aspeto a ter em conta quando optamos por utilizar fraldas descartáveis ou reutilizáveis, assim é igualmente importante falarmos da poupança e como ela acontece.

Um bebé utiliza fralda até aos 2,5 anos sendo que utiliza 7000 fraldas 🙂 com a descartável vamos comprar e deitar fora, dado serem fraldas de uma única utilização.
A opção pelas Fraldas Reutilizáveis pode significar uma poupança no mínimo de mais de 1350,3 euros para casais que venham a ter apenas 1 filho e, de 3300,30 euros para casais que venham a ter 2 filhos.

Exemplo para 1 criança que utilize fraldas até aos 2,5 anos
60 fraldas/semana x (52 semanas x 2,5 anos) = 7.800 fraldas descartáveis
Custo médio de 17€ para um pack de 68 fraldas descartáveis = 0,25€/fralda
30 fraldas reutilizáveis Piriuki a um preço de 19,99€/fralda

Cálculos:
Custo fraldas descartáveis = 1.950€
Custo fraldas reutilizáveis  = 599,7€
POUPANÇA 1 bebê = 1.350,30€
POUPANÇA 2 bebés = 3.300,30€

A poupança poderá ser maior se optar comprar Fraldas reutilizáveis em Pack

E a água, eletricidade e detergente?

É importante termos no mínimo 30 fraldas, esta quantidade vai permitir uma maior durabilidade do produto e uma lavagem mais espaçada, isto é, se tiver 30 fraldas vai fazer uma lavagem cada 1/2 dias se tiver 48 fraldas vai lavar cada 2/3 dias, dado que a maioria dos pais tem o mínimo de 30 fraldas fará uma lavagem 3 vezes por semana até aos 12 meses do bebé  e 2 vezes por semana dos 18 aos 24 e a partir dos 24 meses uma vez por semana.

Segundo estudo da camara do Seixal uma maquina de lavar roupa de poupança media gasta em agua e eletricidade 0,21€ por lavagem se for uma máquina que consome muito, se for uma classe A gastará 0,06€ por lavagem  isso significa que vamos ter um acréscimo mensal em custo de até aos 12 meses do bebé de 2,52.

Se optar por utilizar Rockin Green cuja embalagem dá para 90 lavagens e tem o custo de 18,99€, vamos ter o custo de 0,21€ por lavagem.

Dado que a maioria dos bebés vai utilizar fralda até aos 2,5 anos e meio vamos ter um custo em agua, eletricidade e detergente no primeiro ano de 65,52€ e no segundo ano de 43,68€, seguem as contas tendo em conta uma maquina que consome muito e se tiver o mínimo de 30 fraldas.

gastos-agua-eletricidade-e-detergente-com-fraldas-reutilizáveis-

Como se pode avaliar o custo não é significativo se compararmos a nível global com o gasto de agua na produção da fralda descartável, especialmente na polpa de papel que compõe grande parte da fralda descartável e temos de nos lembrar que poupamos também pois não temos de ir tantas vezes ao supermercado 🙂

Depois vejam isto, uma Fralda por exemplo Piriuki custa 19,99€ se pensarmos bem o nosso bebé tem roupas que custaram este ou até um valor mais alto e apenas serviram para 15 dias, a Fralda reutilizável vai ser usada 24 horas por dia durante no mínimo 2, 5 anos! 🙂
Atenção que a poupança é maior quanto mais fraldas temos pois se tivermos fraldas que nos permitam lavar apenas uma vez por semana vamos ter um custo muito menor, também é importante termos uma maquina classe a pois vai baixar consideravelmente o custo por lavagem.

Bumgenius na versão 2 :-) para lembrar

 

 

 

 

 

Conheçe a nova fralda Totsbots e o padrão da temporada?

Conheçe a nova fralda Totsbots e o padrão da temporada?

A edição de Natal 2015 da Totsbots já chegou às lojas Ecologicalkids! E está disponível nas versões Easyfit, Teenyfit e Peenut. Escolha a sua preferida e celebre da melhor maneira esta época com o seu bebé!

festive_fling_ecologicalkids_10228388865645c546d07f6.jpg

Teenyfit- Fralda perfeita para recém-nascido! A Teenyfit foi pensada e concebida para servir na maioria dos bebés dos 2,3 kg aos 6 Kg. Sistema tudo em um (Faça click aqui para saber mais sobre os sistemas de fraldas), é só usar e tirar para lavar sendo por isso extremamente prática nesta fase em que se tem de mudar o bebé com muita frequência tanto de dia como de noite. Sistema de ajuste na cintura em velcro. Para além de terem o tamanho ideal de forma a ficarem bem ajustadas ao corpo pequenino de um recém-nascido são muito absorventes com o interior em algodão e bambu e têm um bolso para o caso de ser necessário reforçar a absorção. Apesar de ser uma fralda tudo em um, parte do absorvente que está cosido sai para que a secagem seja mais fácil e rápida. Esta fralda inclui um revestimento reutilizável Stay Dry para manter mais seco o rabinho do bebé e dar-lhe ainda mais conforto.

fralda_1516646476564239c7e2e16

Easyfit Fralda tamanho único tudo em um, muito prática, é só usar no bebé e retirar para lavar.  O exterior das fraldas é impermeável e parte do absorvente interior cosido sai durante a lavagem para facilitar e acelerar a secagem. A fralda inclui um absorvente mais pequeno (reforço) que se prende com molas no absorvente cosido para quando é necessário mais absorção. O interior da fralda em bambu e algodão é suave e muito absorvente, não faz no entanto, o efeito stay dry (de rabinho seco). Para isso recomendamos o uso de revestimentos reutilizáveis. A fralda apesar de ser tudo em um, tem um bolso para colocar mais absorventes se for preciso. As Easyfit servem na maioria dos bebés dos 3,7 Kg aos 16 Kg pois ajustam em altura com molas e na cintura com velcro.

Tamaño único Teenyfit

Peenut – esta é uma novidade da Totsbots! Uma fralda capa tamanho único com ajuste em altura com molas e na cintura com velcro. Serve na maioria dos bebés dos 3,7 Kg até aos 16 Kg. Em tecido impermeável respirável é perfeita para usar com as bamboozle e outras fraldas de contorno, pré dobradas, fraldas planas, ou absorventes Peenut (ainda não disponíveis em stock).

Com este sistema poderá limpar a capa com um pano húmido e um seco e voltar a usa-la caso deseje apenas mudar o absorvente. Recomendamos que ao fim de 3 ou 4 utilizações coloque a capa para lavar. A Peenut tem abas á frente e atrás de modo a segurar melhor o absorvente.

offen_labeled_1667_1_1668_1_1669_1

14605-PNUT_WIPE_IMG_11_Small_.1441726964

Uso Easyfit no João, para além da versão V4 em bambu tenho também a anterior em minky. Uso sempre durante o dia porque são fraldas muito leves e pouco volumosas. Têm a vantagem de estarem sempre prontas sem ser preciso montar os absorventes. As fraldas tudo em um têm como desvantagem demorarem mais tempo a secar, as Easyfit em parte resolvem esse problema devido ao absorvente não estar todo cosido na parte exterior e podermos tirá-lo parcialmente para secar mais rápido. O interior em bambú e algodão é bastante absorvente, nesta fase como o João faz xixis muito grandes uso sempre o reforço preso no absorvente maior.

João EasyFit

joao_ecologicalkids_fraldas

A Teenyfit não cheguei a usar, porque quando as conheci na Ecologicalkids o João já não era tão pequenino, mas para quem pense e opte por fraldas reutilizáveis desde o primeiro momento é importante ter fraldas de recém-nascido e as Teenyfit são ideias para essa fase. Os primeiros meses de vida do nosso bebé são aqueles em que as fraldas têm que ser mudadas com mais frequência e é importante que a fralda tenha uma excelente capacidade de absorção e grande capacidade de ajuste ao corpo do bebé para não haver fugas. Para além disso é fundamental que sejam mais práticas de colocar e com um sistema de secagem rápido, para não ser necessário termos tantas, uma vez que vão deixar de servir mais rapidamente.

Não utilizo muito o sistema de capa, mas quando utilizo é sempre com absorvente ou com pré dobrada em forma de absorvente, pelo que nestes casos considero que as abas na capa fazem toda a diferença para que o absorvente se mantenha mais seguro e não se mexa. Se forem usados os absorventes Peenut este sistema fica ainda mais prático e fácil de usar.

Agora escolham a vossa versão e aproveitem, antes que esgote, para assinalar este Natal com a edição tão especial da Totsbots,  Festive Fling.

Inauguramos uma nova secção de produtos na Ecologicalkids! Querem saber qual é?

Inauguramos uma nova secção de produtos na Ecologicalkids! Querem saber qual é?

A Ecologicalkids apresenta uma nova marca de brinquedos; a Plan Toys!

Ficar a conhece-los está apenas à distância de um clique na nova secção de Presentes e Brinquedos da nossa loja online.

É para nós um prazer contar com uma marca, em todas as nossas lojas, que desenha e concebe os seus produtos pensando no bem-estar das crianças e do meio ambiente. Todo o processo de fabricação assenta em materiais sustentáveis e seguros, como podem ver nas seguintes infografias que resumem a forma de trabalhar e pensar desta maravilhosa empresa Tailandesa.

fabricados sustentavel postugues materiales sustentibles portugues pensamento sustentavel portugues

Para além disso, todos os brinquedos são construídos de forma a estimular pelo menos uma das três vertentes mais importantes no desenvolvimento da criança durante os seus primeiros anos de vida: desenvolvimento cognitivo, o desenvolvimento social e emocional, o desenvolvimento psicológico.

desenv cognitivo portugues desenv social e emocional portugues

desenv linguistico portugues

Não deixe de visitar a nossa página online, ou se preferir, as nossas lojas físicas em Lisboa e Porto para ver os diferentes modelos disponíveis!

Embora seja difícil escolher, mostramos-vos aqui alguns dos nossos preferidos.

3603 b

5696 b PlanToys-Play-Park-Set--pTRU1-19368036dt

PlanToysConjunto

Podemos ser ecológicos usando fraldas e toalhitas descartáveis?

Podemos ser ecológicos usando fraldas e toalhitas descartáveis?

Na Ecologicalkids entendemos que há tantas opções no que respeita aos cuidados a ter com os filhos quanto o número de pais que existem no mundo e, em cada um dos casos, estarão fazendo o correto se o fazem com amor e acreditando que é realmente o melhor que podem dar aos seus bebés. Ou seja, partimos do princípio de que todos os pais vão fazer o que creem ser mais saudável e acertado para os seus filhos, tendo em conta a sua forma de vida e possibilidades.

Desta forma, entendemos que é tão respeitável usar fraldas e toalhitas reutilizáveis como descartáveis. Contudo, cada vez há mais consciência dos danos que a maioria das fraldas e toalhitas descartáveis podem causar na saúde do bebé e no meio ambiente. É com essa preocupação que na Ecologicalkids procuramos oferecer produtos mais ecológicos e sustentáveis desde a produção até à sua decomposição na natureza.

Certamente vão ficar surpreendidos se vos dissermos que um bebé gera cerca de uma tonelada de resíduos durante os dois anos e meio de vida em que utiliza fraldas (descartáveis). Isto equivale que, cada ano, em Portugal, poderíamos encher mais do que um estádio da Luz com 900.000 toneladas de fraldas sujas.

Tendo em conta que estas fraldas demoram 500 anos a decompor-se, podemos ter uma noção bem precisa do prejuízo que causamos ao meio ambiente com a sua utilização.

Com estes números não queremos convencer todos os pais que nos leem a usar fraldas reutilizáveis, cada um faz as suas escolhas mediante as suas preferências e prioridades (apesar de serem cada vez mais os pais a optar pelas fraldas reutilizáveis) e é perfeitamente válido que assim seja. Mas, podemos escolher usar fraldas descartáveis e ao mesmo tempo ter em conta o meio ambiente e a saúde dos nossos filhos? A resposta é afirmativa!

Existem marcas, como a Bambo Nature e a Beaming Baby, que se encontram na Ecologicalkids e que têm em conta estas questões, apesar de comercializarem produtos que vão ser usados uma única vez. Partilhamos convosco algumas informações interessantes de cada uma das marcas.

As fraldas Bambo Nature (novidade na Ecologicalkids), são fabricadas numa unidade de produção onde 95% dos resíduos são reciclados. As matérias-primas utilizadas na produção destas fraldas são certificadas como sendo livres de produtos químicos nocivos, tais como branqueadores ou loções, minimizando assim o risco de reações alérgicas.

Para além disso, a celulose utilizada nos produtos Bambo Nature provém de florestas sustentáveis, onde o número de árvores plantadas é superior ao número de árvores abatidas.

O núcleo absorvente das fraldas Bambo Nature tem uma alta concentração de amido, ou seja, é um absorvente natural que é 100% biodegradável.

Surpreendentemente, o seu tempo de biodegradação (em determinadas condições de temperatura e humidade) é de 18 meses, tempo muito inferior aos 500 anos que demoram as fraldas descartáveis comuns.

Na gama de produtos Bambo Nature podemos também encontrar as toalhitas descartáveis, totalmente livres do composto Phenoxyetanol, presentes na maioria das toalhitas húmidas. Este composto é um famoso bactericida que pode afectar o desenvolvimento e a reprodução. É tóxico, razão pela qual está já é proibido em alguns países como, por exemplo, no Japão.

0_16906116255620e3e903dd9

A marca Beaming Baby já existe há algum tempo nas lojas Ecologicalkids e também nos oferece fraldas descartáveis mais saudáveis quer para o bebé quer para o ambiente; contêm 30% menos produtos químicos do que as fraldas descartáveis ​​comuns e 15% do que as fraldas consideradas ecológicas. A zona que está em contacto com a pele é naturalmente respirável. O exterior é feito de algodão natural e papel de amido de milho e no interior a camada absorvente é reforçada com 100% amido de milho natural.
As fraldas Beaming Baby são totalmente livres de cloro e apenas com plásticos limpos na zona do velcro e nas zonas de elástico.

As fraldas são 65% biodegradáveis (incluindo a embalagem) demorando cerca de 4 anos a decompor-se.

maxi__16481314075457b8419c15d

De referir que se quisermos ser ainda mais ecológicos, é importante colocarmos as fraldas sujas dentro de sacos também biodegradáveis, como os da Beaming Baby. Se usarmos sacos normais de plástico acabamos por anular o efeito biodegradável das fraldas uma vez que vão impedir a sua decomposição mais rápida em aterro. Os Sacos da Beaming Baby são 100% biodegradáveis podendo mesmo ser colocados na compostagem.

sacos_sem_cheiro_413059944537b5fff4c6ba_2122567231537ccebd2b286

sacos_com_cheiro_1616911010537b5e21d6ffb_580785849537ccea3233a4

Com estes dados, podemos responder afirmativamente à pergunta que dá título a este post!

Como sempre acabamos querendo saber a vossa experiência, neste caso com fraldas descartáveis ecológicas, e relembramos o lema da Ecologicalkis que no fundo resume algumas questões que aqui foram abordadas:

TODO O AMOR, TODO O CARINHO, TODO O FUTURO, AQUI COMEÇA UM MUNDO MELHOR.

Já aconteceu: passei a usar pensos reutilizáveis!

Já aconteceu: passei a usar pensos reutilizáveis!

Confesso que sempre odiei quando me vem o período, mas até nem é devido a ter dores ou muito fluxo, mas sim pelo facto de me sentir extremamente desconfortável com os pensos higiénicos descartáveis. Era habitual durante a primeira noite do período ter dificuldade em dormir, estava sempre com receio de sujar a cama, para não falar da sensação desagradável de comichão na pele causada pelo contacto com os pensos descartáveis.

Quando comecei a trabalhar na Ecologicalkids no mês de Maio, reparei que existiam os pensos reutilizáveis como alternativa aos descartáveis que eu tanto detestava e comecei a dar voltas na minha cabeça e a pensar no assunto. Para além disso, todas as colegas da Ecologicalkids usam os pensos reutilizáveis e sempre me contavam a suas boas experiencias, incentivando-me, até que me deram uns para eu experimentar. Como já me tinham acabado os pensos descartáveis, e antes de comprar mais, decidi dar-lhes uma oportunidade.

Coloquei o meu primeiro penso reutilizável pelas 8h30 da manhã e até às 12h estive com o mesmo. A verdade é que fui à casa de banho muitas vezes durante esse tempo porque achava estranho saber que estava com o período e não o sentir, pois a sensação era como se estivesse a usar apenas a cueca normal de algodão sem o penso. Quando reparei que já eram 12h, troquei, não porque precisasse (porque ainda aguentava mais fluxo), mas sim porque já tinha os pensos reutilizáveis novos e não me aguentava sem os usar.

Um dos meus medos antes de usar os pensos reutilizáveis era pensar que não absorviam o suficiente e que não secavam, de tal forma que me imaginava a guarda-los manchados de sangue até serem lavados na máquina. Ou seja, imaginava-me também a colocar os pensos ainda molhados e sujos de sangue com o resto da roupa. Mas não é nada disso, os pensos absorvem absolutamente tudo, nota-se que estão manchados mas não é uma cor vermelha intensa e a parte superior do tecido parece estar seca, pelo que não me causou nenhuma má impressão.

Para além disso, achava que os pensos reutilizáveis eram mais pequenos do que os descartáveis mas, como pude comprovar, os reutilizáveis são muito mais absorventes e não precisam de ser tão grandes como os outros

Também tinha medo dos odores provocados pelos pensos sujos durante os dias que estivessem à espera de ser lavados na máquina. Nada disso, tal como acontece com as fraldas descartáveis em relação às reutilizáveis, o que causa mais cheiro é o contacto do sangue em contacto com o perfume (que eu considero desagradável) que contêm os pensos descartáveis.

Assim, fiz já o meu conjunto de pensos reutilizáveis (aqui me podem ver na foto tão contente com todos eles na Ecologicalkids). Uma das coisas que tinha como certas era que queria ter pensos suficientes para aguentar os dias todos que durasse o período, pois viajo muito e pode dar-se o caso de não ter disponibilidade de os lavar na máquina e também porque não quero depender da máquina de lavar para nada.

retocada

retocada4

Passo a explicar-vos que pensos escolhi para mim, de que marcas e tamanhos, e o porquê desta eleição:

  • 1 pack de 3 pensos da marca Pink Daisy tamanho L (cor Pasley): Pink Daisy é a mesma marca que Blueberry. Estes pensos têm tamanhos maiores comparativamente aos de outras marcas, por isso quis ficar com uns de tamanho L. Tive muitas dúvidas , pois a verdade é que são enormes, contudo vendo o quão cómodos são vou confiar neles para as noites, uma vez que me mexo muito a dormir e sempre acabo por sujar a cama ou o pijama um bocadinho.
  • retocada2
  • 1 pack de 3 pensos salva slips Panty Liners da Charlie Banana (cor preto): me agrada este tamanho para o último dia em que estamos com o período ou para quando estamos a espera que apareça e queremos usar como precaução.
  • femininepadblackfinal_486432574560404f27e60c

Os packs de 3 pensos da marca Charlie Banana incluem uma bolsinha em preto, como mostra a foto anterior, que é impermeável por dentro. Vou usá-las para guardar tanto os pensos lavados (que se podem dobrar e ficar pequeninos tal e qual como aparece na foto) como os sujos (tendo em conta que comprei 4 packs tenho 4 bolsinhas). Quando chegar a casa simplesmente só tenho de colocar os pensos sujos num saco impermeável que tenho da Piriuki e ir juntando até o período acabar e por depois todos a lavar na máquina.

retocada3

E ASSIM, JÁ TENHO PENSOS PARA MUITO TEMPO!