Fralda da Noite

As fraldas da noite devem ter mais absorção que as de dia afinal vamos passar mais horas com ela colocada (e esperamos dormir uma noite inteira sem reclamações).

Se, por um lado, o João (filhote da Carla) teve a sorte de ser o primeiro a experimentar a nova Piriuki Night, o Henrique não lhe ficou atrás e graças à maravilhosa oferta da Piriuki conhecemos o seu desempenho muito antes de chegar ás prateleiras da ecologicalkids… a minha única fralda branca (pois cá em casa adoramos padrões e cores alegres)! 🙂

A Tânia e a Carla já vos falaram das características desta fralda de uma forma mais técnica, eu apenas quero partilhar a minha experiência com o Henrique…
piriuki

piriukiO Henrique sempre foi um bebé de dormir poucas horas de seguida fosse ele noite ou dia.. e, confesso, nós sempre pensámos “xiii… ai se fosses o primeiro…” mas depois vêm as gracinhas, os risinhos, a interação e como não há um sem dois e não há dois sem três…
a nossa vida não estaria de certo completa sem o pequeno Henrique!

Mas como vos dizia, o pequenote experimentou a primeira noite de sono completa com a nova Piriuki Night e isso bastou para agradar os papás privados de uma noite bem dormida… Porém pensámos, pode ter sido só coincidência, será? Como só temos uma piriuki night, e com mais de 55 fraldas tamanho único a mamã recusa-se a comprar mais…, na noite seguinte optámos pela Blueberry (com reforço especial para a noite) e voltámos a acordar n vezes… toca a lavar e a secar a night e eis que mais uma noite inteirinha de sono… E isso bastou para converter a mamã!
piriuki
Sempre que temos night no rabiosque temos uma noite confortável para o bebé e tranquila para os papás, digam-me lá se não é isso que todos procuramos?!

Fraldas Reutilizáveis a mudança

A partir do momento em que o Guilherme se mostrou alérgico á descartável, e o seu rabinho começou a ficar mais e mais ferido, cada mudança de fralda era um verdadeiro suplício… A pediatra aconselhou e mudou várias vezes o creme de muda, proibiu o uso das toalhitas descartáveis e mesmo assim nada ajudava… até numa visita aos avós, a minha sogra ter visto o rabito em sangue e ter colocado uma fralda de gaze de algodão… o menino melhorava a olhos vistos mas confesso que, não me estava a ver usar fraldas com alfinetes e capas e, é nesta altura que me, lembro das poucas fraldas reutilizáveis que tinha adquirido e que com o apoio e sugestão das avós saem do armário.

ecologicalkidsQuando percebi o quanto a minha hesitação fez sofrer o Guilherme lamentei não ter aderido mais cedo…Demorou mas a partir do momento que as reutilizáveis foram aceites cá em casa, vieram para ficar!

Mesmo aqueles que no início contrapunham que dava demasiado trabalho e que eu tinha duas crianças com que me ocupar perderam o pio quando apenas três dias depois de deixarmos a descartável o rabito muito, mesmo muito ferido do Gui apresentava já melhorias visíveis!

O Francisco, com apenas 18 meses de diferença do irmão, reivindicou o uso das fraldinhas lindas mesmo que fossem só para a noite… ou de treino para o dia!

O pack de 12 fraldas que tínhamos comprado não chegava e tornou-se necessário adquirir mais, para podermos utilizar em exclusivo, e a pouco e pouco e sempre com o apoio fantástico da Ecologicalkids fomos somando mais fraldinhas (e marcas) e ao mesmo tempo que íamos aumentando a colecção, aumentávamos o intervalo de lavagem e diminuíamos o stress na hora de lavar e/ou secar…

No meu caso, rendi-me por completo ao uso das reutilizáveis e talvez porque as considero como uma peça de roupa, mesmo após ter oferecido parte, a minha coleção conta ainda hoje com 55 fraldas de tamanho único, cerca de 12 recém nascido e 36 de tamanho variável (S, M e L) 🙂

As 12 Regras

Muitos dos nossos clientes perguntam-nos quais as melhores dicas para cuidar das fraldas reutilizáveis, para que estas possam ainda ser utilizadas por um terceiro filho, e decidimos colocar de forma objetiva aqui no blog essas 12 regras para cuidar das fraldas do seu bebé:

  1. Tenha fraldas suficientes para lavar no mínimo dia sim, dia não (pois o desgaste das fraldas poderá ser sempre menor se lavar menos vezes). Aconselhamos que tenha cerca de 30 fraldas.
  2. Sempre que retirar a fralda suja ao seu bebé e antes de a colocar no saco impermeável, prenda as abas de velcro no velcro ou tecido para as lavagens, pois desta forma não se vão prender umas às outras.
  3. Faça sempre uma pré-lavagem sem detergente.
  4. Lave as fraldas a 40 graus (máximo).
  5. Prefira estender a secar na máquina. Nunca coloque as molas da roupa por cima do velcro da fralda.
  6. Caso seque as suas fraldas na máquina: retire sempre as fraldas e seque apenas os absorventes pois as fraldas saem da centrifugação praticamente secas (em cerca de 50/60min ao ar estarão secas).
  7. Coloque os absorventes nas fraldas apenas quando estes estiverem frios, pois os elásticos tornam-se mais sensíveis quando estão quentes e perdem a elasticidade.
  8. Nunca tente tirar manchas utilizando lixívia, bastará colocar ao sol ou apenas à luz do dia para retirar qualquer mancha de uma fralda ou absorvente.
  9. Nunca utilize creme, pomada, amaciador ou óleo nas suas fraldas pois estes deixam gordura e resíduos nas fraldas entopindo o tecido diminuindo a capacidade de absorção.
  10. Não utilize detergentes com oleos vegetais, com amaciador ou concentrados.
  11. Utilize sempre detergente em pó sem aditivos, o mais simples possível, pois deixa menos resíduos agarrados ao tecido. Aconselhamos o uso de detergente para fraldas.
  12. Caso se tenha enganado no detergente e as suas fraldas tenham começado a ter fugas bastará alguns enxaguamentos extra para retirar os resíduos de detergente

IMG_9242

Se tiver alguma dúvida, por favor, não hesite em contactar-nos,                                                                               Apoio ao Cliente Ecologicalkids: 21 894 3030

A primeira ida de férias com fraldas reutilizáveis

Aqui a tempos dei volta ao baú das recordações e encontrei algo que gostaria de partilhar convosco… Decidi presentear-vos com o EU (cliente Ecologicalkids) de há uns anos atrás!
Segue um email que enviei na altura para a Ecologicalkids 🙂

Assunto: A Primeira ida de Férias com fraldas Ecologicalkids

Já há uma semana que regressei de férias e mas só agora que tenho os piolhitos a dormir e as fraldinhas já estão lavadinhas no estendal…  tenho algum tempo para vos contar a minha experiência de ir (pela primeira vez) de férias com as fraldas reutilizáveis atrás em vez das tradicionais descartáveis! Afinal, o prometido é devido!

 No dia 1 de Abril liguei-vos pois estava a entrar em pânico com o fazer as malas para ir (pela primeira vez) de férias com as fraldinhas ecologicalkids e se não tivesse fraldas suficientes? e se as coisas não corressem bem? e se tivesse de voltar á maldita descartável? Claro que do outro lado da linha me atende uma incansável e tranquilizadora voz que me ajuda em todas as minhas questões e me acalma dizendo que entregam fraldinhas em todo o país…

 Por isso, no final de desligar meti mãos á obra, já animada e cheia de coragem, e fui fazer as malinhas… uma de roupa e outra de fraldinhas! Apercebi-me também da capacidade de improviso que tenho tido aqui em casa e como posso melhorar algumas coisas para funcionarem ainda melhor.. nomeadamente com o cesto das fraldinhas sujas pois de férias levei o saquinho que me ofereceram da fuzzi bunz e o cheiro manteve no saco e não no wc! No entanto, preciso de adquirir outro pois um só não me chega! Notei também que posso limpar o meu filho muito bem com as toalhitas reutilizáveis em vez de correr sistematicamente para a casa de banho a lava-lo.. mas mais uma vez não tenho suficientes, será de certo a vossa próxima dica!
unname_1

 

Ainda não tinha contado mas fomos para o Algarve e claro que foram umas férias fantásticas.. com a já tradicional visita aos golfinhos e o delírio do pequenotes! Coincidência ou não, nesse dia (zoomarine) só havia papás rodeados de três ou mais crianças de idades muitos próximas (era tipo uma escadinha) e encheu-nos de vontade de mais um (ou dois) para animar ainda mais a casa, afinal de certo que a despesa com as fraldas está já controlada e já percebi com o vosso auxilio esta decisão acima de tudo saudável (nunca vi o rabiosque do meu filho com tanta saúde) mas também ecológica (e económica) é para manter!

Só me resta contar, que todos os que viram as fraldas ecologicalkids primeiro ficaram apreensivos mas depois completamente rendidos.. recordo a cara da recepcionista do hotel quando lhe pedi (se possível) um estendal e ela me disse que não tinha porque a maquina também secava! Lá tive de explicar que secava mas não se controlava a temperatura e eu não ia arriscar as fraldinhas do meu Guilherme! “fraldas?” sim, as fraldas porque ele é alérgico ás descartáveis.. e quando lhe mostro o rabiosque do Gui “oh… mas são assim? são tão lindas! No meu tempo eram de pano e tinham de levar uma capa plástica por cima!”

🙂

Usar reutilizáveis em dois filhos de idade próxima

Começo por dizer, embora muitos já o saibam que tenho 3 filhos: o Francisco, o Guilherme e o Henrique 🙂

O Francisco e o Guilherme bem como o Guilherme e o Henrique têm 18 e 33 meses de diferença de idades, respetivamente. Por duas vezes, juntei dois filhos com idades e necessidades diferentes a utilizar fraldas ao mesmo tempo. Muitos me perguntam, como fiz? Como consegui?

Acredito que tudo na vida com algum planeamento, treino e organização se consegue e se assim pensei melhor coloquei mãos à obra! Não fazia, para mim, sentido utilizar reutilizáveis no Guilherme porque era alérgico e continuar com a descartável com o mais velho era um desperdício de tempo, energia e dinheiro… estabeleci regras e como prática traz a perfeição quando o Henrique nasceu eu já estava pro nesta arte de ter tudo pronto!

Tal como separo a roupa dos meus filhos por tamanhos, também nas fraldinhas cada um tinha as suas… tal como existe uma gaveta para as camisolas, outra para calças, outra só para meias ou só para boxers existem as gavetas das fraldas!

O Francisco largou a fralda de dia bastante cedo 🙂 pelo que as suas fraldas estavam ajustadas no tamanho máximo e com mais absorção e posso me gabar de conseguir noites ininterruptas de sono (10/12h) e sem fugas até ao dia em que deixou de ser preciso fralda… por outro lado, o Guilherme, começou por usar maioritariamente as fraldas de elástico ajustadas especialmente para ele porque eram aquelas que melhor se ajustavam à sua morfologia numa fase inicial… Quando o Henrique nasceu o Francisco há muito que tinha deixado as fraldas e o Guilherme apenas usava de noite!
IMG_6665 IMG_6670

O Henrique estreou as fraldas de recém-nascido… e, mesmo que se juntassem, não havia confusão possível com as do Guilherme! 🙂

Em resumo, recomendo que caso tenham mais do que um filho a utilizar fraldas, embora até possam ter fraldas tamanho único o mais prático é estabelecer as fraldas de cada um, e não mexer no ajuste sempre que vai a lavar.

A separação por gavetas caso seja possível é também uma solução prática, lembrem-se que a exigência de absorção e ajuste é diferente de bebé para bebé, por exemplo enquanto que as fraldas tamanho único de elástico até se possam usar bastante cedo mesmo quando o bebé é pequeno, para um bebé maior prefiro sem dúvida as Blueberry.

 

Como e quando usar afinal o anti-amónia?

Fraldas entupidas? Com cheiro? Amónia?

Fazem os olhos chorar? RockinGreen Anti-amónia é a solução!

Como e quando usar afinal o anti-amónia?

O nosso conselho de lavagem para um melhor resultado é fazer sempre uma pré-lavagem das fraldas antes de colocar o detergente. Podemos tornar este passo (pré-lavagem obrigatória) ainda mais eficiente se adicionarmos uma colher de anti-amónia mas apenas se a máquina que temos, em casa, demorar 30min (ou mais) neste programa.
IMG_9234

Outro truque que podemos utilizar, no caso da nossa máquina fazer uma pré-lavagem muito curtinha, é pararmos a máquina por 30min para darmos tempo ao anti-amónia de actuar. Se a pré-lavagem, e consequentemente o tempo que o anti-amónia estiver em contacto com as nossas fraldas, for menor que os 30 minutos estamos a gastar recursos desnecessariamente pois não iremos obter qualquer resultado.
IMG_9242

Após a pré-lavagem devemos então escolher um programa para roupas muito sujas de modo a garantir que as roupas se esfregam bem e fica tudo bem limpinho. Colocamos uma colher de sopa de detergente Rockin Green (na fragância preferida) na gaveta da máquina e fazemos então a lavagem com batida intensiva no programa com a duração de pelo menos 60min.
IMG_9238

Não adicione outros detergentes e/ou lixívias no processo de lavagem, nem necessita colocar de molho ou lavar antes à mão.

Se no final da lavagem verificar que existem restos de espuma e/ou resíduos na máquina deverá efetuar um enxaguamento extra (na lavagem seguinte podemos e devemos ajustar a quantidade de detergente para evitar necessitar deste enxaguamento).
IMG_9244

   Por outro lado, podemos não pretender adicionar nada à pré-lavagem e neste caso devemos fazer, pelo menos, mensalmente uma lavagem com anti-amónia.

Como?

Fazemos a pré-lavagem como habitualmente (só com água) e depois colocamos anti-amónia na gaveta do detergente e damos início ao programa com mais de 60min, de seguida fazemos uma lavagem com uma colher de sopa de RockinGreen.

Porquê?

O anti-amónia apenas serve para “despegar” tudo o que é porcaria e cheiro dos tecidos, no entanto, para lavar mesmo tudinho precisamos de uma lavagem de seguida com o detergente Rockin Green habitual!

 

Boas lavagens!

A decisão de utilizar Fraldas Reutilizáveis

Conheci a Ecologicalkids em 2008, tinha na altura o Francisco um aninho e iniciávamos o desfralde, no entanto, a avó materna viu uma reportagem sobre o uso de fraldas ecológicas e muito mais económicas que as descartáveis e a curiosidade levou-nos a pesquisar sobre este assunto, encontrámos a Ecologicalkids de loja virtual apenas, compramos cerca de quatro ou cinco fraldinhas para experimentar e ver o que era afinal isso de fraldas reutilizáveis, lembro de uma Kushies, drybees, naturalbaby e uma Blueberry camuflado azul, nomes que muitos de vós nunca ouviram falar mas tal como não há amor como o primeiro, em termos de fraldas a minha grande paixão é sem, sombra de, dúvidas a blueberry!
sem nome

O Francisco viria a continuar com a descartável pois eu estava grávida, em mudança de residência e o apoio familiar no uso das reutilizáveis era muito pouco ou nenhum… engraçado como as pessoas criticam e falam mal de algo mesmo quando não sabem ou não tem conhecimento algum sobre o assunto

Em 2009, e aos 18 meses do Francisco, nasce o Guilherme!! Uma nova rotina e uma severa alergia á descartável impõe uma mudança drástica no comportamento de todos.
É nessa altura que, com o apoio das avós, as poucas fraldinhas que tinha adquirido saem do armário e trazem um pouco de paz ao rabiosque em constante ferida do pequenino, mas é necessário adquirir mais, para podermos utilizar em exclusivo, e eis que ligo para a Ecologicalkids e a voz simpática do outro lado leva-me a conhecer as fuzzi bunz (das primeiras tamanho único que surgiram) começo por comprar um pack de 12 e a pouco e pouco vou somando mais fraldinhas (e marcas) à colecção e a render-me por completo ao uso das reutilizáveis!

camufladoazuljaguar

O Francisco, nesta altura, já usa apenas fralda de noite mas escusado será dizer que não faço diferenciações entre filhos e portanto o que não era bom para um também não era para outro ou como eu costumo dizer “se eu não uso cuecas descartáveis porquê sujeitar aqueles que mais amamos a vesti-las 24 sob 24h por 2/3 anos seguidos??!”

Em 2011, nasce o Henrique, um bebé ecológico que herdou não só a roupinha mas também as fraldas dos manos e nunca conheceu um eritema da fralda!

IMGP0400