Toalhitas Reutilizáveis Multiusos – Objetivo Desperdício Zero    | por Claudia Rodrigues

Toalhitas Reutilizáveis Multiusos – Objetivo Desperdício Zero | por Claudia Rodrigues

Quando falamos em toalhitas reutilizáveis, pensamos em limpar os rabinhos dos bebés, os narizinhos, as carinhas, babinhas, enfim, uma multiplicidade de utilizações que quaisquer pais bem conhecem.

Mas… o que se calhar não pensamos é que estas toalhitas-maravilha têm potencial para isso e muito mais!! Não é só para os pais, não, nem sequer só para os pais com filhos em idade de fralda… a verdade é que elas podem ser uma aliada ferramenta para quem quiser reduzir a sua pegada ecológica com um menor lixo/desperdício produzido, levar uma vida mais simples e com menos produtos químicos tóxicos e ainda poupar na carteira…

No caso da minha família, mais de 2 anos após o desfralde da minha filha, elas continuam a uso, e bem intensivo! Lá em casa, aderimos fortemente ao “objectivo desperdício zero”, ou lixo zero (o ambiente agradece, e a carteira também)!!
Queremos reduzir ao máximo todos os “descartáveis”. E é aqui que as toalhitas reutilizáveis entram com pompa e circunstância!

Elas servem de guardanapo na lancheira da escola (e limpam melhor que qualquer outro, e ocupando menos espaço!), ou guardanapo cá de casa, e não apenas para a criança, mas para os adultos também! Elas servem para limpar os olhos, lavar a cara, desmaquilhar, limpar o nariz, as de turco até fazem esfoliação, enfim, mantêm as mesmas utilizações originais, e a estender cada vez mais o seu repertório. Rapidamente percebi que se eram tão eficazes com o membro mais novo (e mais sensível!) cá de casa, então também deveriam ser excelentes para os restantes!

Elas são também ótimas aliadas para os meus detergentes ecológicos caseiros, que fabrico eu mesma! 🙂
As toalhitas reutilizáveis vão também servir para substituir os rolos de cozinha descartáveis (tenho umas mais fininhas para esse fim exclusivamente), e limpam melhor que ninguém, e com uma passagem muito mais rápida! E secam rápido, evitando aquele cheiro a mofo.

Esta semana fui à Ecological Kids comprar mais uns packs de toalhitas para tentar subir mais um degrau no tal “objetivo desperdício zero”. Vou deixar de usar lenços de papel totalmente. Já o fazia em casa, usando para esse fim as antigas fraldas de musselina da minha filha (ultimamente descobri as de bambu, maravilhosamente macias, que uso mais no nariz sensível da minha filha), mas essas vão passar a ser “os lenços da noite” das ranhocas que não podem esperar a meio da noite. Durante o dia, e mesmo para fora de casa, lembrámo-nos de comprar mais algumas para trazer sempre na mala, com uma bolsa de transporte impermeável (todas LINDAS de morrer!). E pronto! Simples e feito!

Já há muito que mudei para os pensos higiénicos reutilizáveis e não poderia estar mais satisfeita… a poupança no orçamento doméstico e na pegada ecológica, o lado tão prático de ter sempre ali à mão, nunca ficar “sem-stock-e-agora-tenho-mesmo-de-ir-comprar-e-não-me-apetecia-nada”, e (a melhor de todas), a maior eficácia, sem “fugas”, fazem-me recomendar às amigas sempre que posso… Aqui novamente, o “desperdício zero” sempre em mente.

Finalmente outro uso (embora eu ainda não esteja nesse “patamar” de “desperdício zero”) mas que tenho lido em blogs/grupos de facebook do tema (Zero Waste) que é: reduzir/eliminar o uso do papel higiénico, o “último” dos descartáveis. Alguns mais “radicais” do movimento, deixaram de todo o papel higiénico, usando toalhitas reutilizáveis (ou aproveitamento de tecidos que tivessem em casa), ou usando o bidé somente, ou um mix dos dois. Uma coisa é certa: quem usou toalhitas reutilizáveis nos seus bebés de fralda, usou e não teve problemas, e percebeu a sua suavidade/eficácia incomparável nestas matérias, e como tudo se resolvia com uma máquina de lavar e Rock In Green.

Agora era mudar o foco e repetir mas com todos lá em casa, adultos incluídos, nem que fosse apenas nos “xixis” para começar Habituamo-nos tanto a ver a nossa vida tal como a conhecemos que nos esquecemos que a sociedade organizada tal como está, não existe assim há tanto tempo, e estes “luxos” (e “lixos”), dos descartáveis só nos chegaram há algumas décadas (eu ainda sou do tempo dos guardanapos de pano à mesa!) – os nossos avós não conheceram descartáveis quando novos, muito menos o papel higiénico, e sobreviveram! Fica o desafio para os mais “aventureiros”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

___________________
Claudia Rodrigues é uma mãe que utilizou fraldas reutilizáveis na sua bebé e que mesmo após o desfralde continuou a usar as toalhitas para diversas funções 🙂
Aqui fica a partilha ❤

Toalhitas reutilizáveis

Os pais que decidem utilizar fraldas reutilizáveis na sua maioria escolhem utilizar também toalhitas reutilizáveis e desta forma eliminam por completo os produtos de uma unica utilização 🙂 já não se deita nada fora e acaba-se com o desperdicio associado à muda da fralda.
toalhitas de flanela de algodão

E agora, quantas ter? como utilizar? como transportar?

É fácil.
Devemos ter entre 40 a 60 toalhitas, ou seja 4 a 6 packs, eu estive a contar as minhas e tenho 86 mas o número confortável está mesmo nas 40 ou 60.

Para que servem?
Para limpar o rabinho do bebé, para limpar o bolsado, a carinha, para utilizar no banho, para assoar o nariz e muito mais 🙂

Para limpar o rabinho como se utilizam?
quando o bebé faz cocó molhamos duas toalhitas e passamos pelo rabinho do bebé, de seguida passamos uma toalhita seca, quando o bebé faz xixi utilizamos geralmente uma molhada e uma seca.

Como as arrumamos?
Em casa colocamo-las perto do fraldário para estarem sempre acessíveis, o que recomendo mesmo que tenham é uma garrafa térmica das que se carregam em cima, tal como as que existem nos hoteis com o leite, desta forma, mesmo que mudem a fralda ao bebé a meio da noite podem sempre humedecer as toalhitas com água morna. A carla tem uma e dá para ver neste post e neste

E mistura-se alguma coisa na água?
Isso depende de cada um , a Organização Mundial de Saúde não recomenda que os bebés sejam limpos com quimicos no primeiro mês, assim a recomendação é apenas água morna, depois quem deseja pode utilizar aquelas “primeiras aguas”  das marcas de cosmetica para bebés e misturar na água, quando o bebé já é mais crescido aí já se coloca um pouco do gel de banho, mas este ponto depende mesmo da preferência dos pais.

E quando estão sujas?
Quando estão sujas vão para o saco das fraldas .

E fora de casa? tem de se levar a garrafa térmica?
Não. Quando vamos sair colocamos umas 7 a 8 toalhitas humidas dentro de uma bolsa impermeável para toalhitas e andamos assim com elas exatamente como se faz com a descartáveis, quando sujas colocamos no saco de transporte.

Devemos ter toalhitas reutilizáveis diferentes para diferentes funções?
Acho que depende de cada pai, mas no meu caso a resposta é não. Eu tenho uma misturada de toalhitas, Piriuki, wahmies, swaddlebees, Charlie e Fuzzi, e misturo-as todas, todas são usadas no rabinho, no banho ou para assoar no nariz.
Embora se possa ter uma marca para limpar o rabinho e outras para a cara, a verdade é que depois de lavadas servem para todas as funções, é tal e qual como as nossas toalhas do banho nós limpamos o corpo todo às toalhas não limpamos a cara sempre na mesma zona com medo de termos anteriormente naquela zona limpo o rabo :-), por isso as mesmas toalhitas lavadas podem ser utilizadas para todas as funções.

Em resumo precisamos de:
4 a 6 packs de toalhitas (multimarca é mais divertido)
1 bolsa impermeável para toalhitas

A poupança é imensa e a durabilidade da toalhitas também, as minhas 86 toalhitas têm 8 anos de utilização diária 🙂 e estão todas perfeitas.

10 Decisões para o Bebé, o Planeta e a Carteira – Decisão 3 e 4

10 Decisões para o Bebé, o Planeta e a Carteira – Decisão 3 e 4

No último post falei-vos de 2 decisões que vos fariam conseguir poupar no mínimo 1500 euros simplesmente por se optar por fraldas e discos de amamentação reutilizáveis em vez dos descartáveis hoje dou-vos mais 2 dicas para um ano mais poupado e verde, mesmo com 1 bebé.

Dica 3 – Toalhitas Reutilizáveis – Para além das fraldas este item essencial é um dos que mais consome o nosso orçamento. Sabia que em cada muda de fraldas iremos usar cerca de 2-3 toalhitas? A Organização Mundial de Saúde recomenda que os bebés sejam limpos com toalhitas em tecido em vez de descartáveis. Porquê? A maioria das toalhitas descartáveis contêm químicos potencialmente cancerígenos. A pele dos bebés é muito sensível e deveremos evitar ao máximo  a utilização de químicos nos nossos filhos. A solução? Há quem substitua as toalhitas descartáveis por compressas, aí apenas utilizamos tecido, a desvantagem é que estas compressas são descartáveis, colocamos no lixo após cada utilização. A solução mais económica, ecológica e saudável é optar por utilizar toalhitas reutilizáveis. Feitas em tecido suave como o algodão, o cânhamo e o bambú, existem em diferentes formatos e texturas dependendo do que preferirmos e existem em packs de 10. Cada Toalhita descartável custa em é média 8 cêntimos, cada pack de 10 toalhitas reutilizáveis custa 10,99€. Se mudarmos 60 fraldas por semana iremos necessitar no mínimo 120 toalhitas e em 2,5 anos iremos usar 15.600 toalhitas descartáveis o que irá representar um gasto mínimo de 1.092€ versus 60 toalhitas reutilizáveis que custariam 65,94€, ou seja uma poupança de 1026,06€. Só neste pequeno gesto poderemos poupar mais de 1000 euros, diminuir a nossa pegada ecológica e ainda escolher a opção mais saudável para o nosso bebé. Para usar as toalhitas para limpar o rabinho basta humedecer com água e limpar, para além do rabinho também podemos usar para limpar a boca, as mãos, o nariz, para dar banho, etc. As toalhitas são também muito duráveis e poderemos usar as mesmas num segundo bebé e poupar pelo menos 2118€!

O João (bebé da Carla) com as toalhitas da Piriuki :-)

O João (bebé da Carla) com as toalhitas da Piriuki 🙂

Dica 4 – Detergente Ecológico – Sabia que a maioria dos detergentes comuns contem substâncias nocivas na sua composição? Sabia também que muitos detergentes da roupa contêm tambem branqueadores óticos e outros produtos que servem para fazer mais espuma ou dar a ilusão do branco e não para a lavagem em si? Tal como mencionámos no caso das toalhitas os bebés têm a pele sensível, ainda mais sensível que a nossa e os produtos que usamos e que vão estar em contacto direto com a pele, nomeadamente cremes, roupas, detergentes, devem ser pensados antes de colocados em contacto com o nosso bebé. O nosso bebé terá que usar roupas para poder estar protegido do frio e confortável, mas muitas vezes nos esquecemos de como o detergente da roupa que escolhemos pode ter impacto na sua saúde. Os bebés com peles mais sensíveis e/ou com eczemas devem evitar ao máximo estar em contacto com substâncias mais agressivas, como as que estão presentes na maioria dos detergentes. Devemos então, nomeadamente no caso dos recém nascidos, optar por detergentes sem químícos, parabenos, com fragrâncias naturais, sem tintas, fostafos e branqueadores ópticos de forma a diminuirmos os riscos de alergia. O nosso detergente Rockin Green é completamente seguro para as roupas do bebé, basta 1 colher de sopa para 1 máquina de roupa, pode lavar roupas muito sujas inclusive fraldas reutilizáveis. O mesmo detergente pode ser usado para toda a roupa lá de casa e não é por isso que pesará mais no orçamento. Se comprarmos uma embalagem de Skip active clean extra power 70 lavagens custa 19,34€ (no continente online) o que equivale a 0,28 centimos por lavagem. Muitas famílias optam por comprar tambem detergente especifico para lavar a roupa do bebé, uma das marcas líderes de mercado (Skip baby) custa cerca de 6,99€ por embalagem com 25 doses, ou seja 0,28 € por lavagem. Por norma fazemos 2 máquinas só da roupa do bebé e assumindo que a restante roupa da família é lavada 3 vezes por semana temos uma média de 5 máquinas de roupa por semana (numa semana calma), ou seja 1,4€ por semana gastamos em detergente. Parece pouco tendo em conta a quantidade de roupa, mas se lhe dissesse que o Rockin Green custa 18,99€ lava toda a roupa, é seguro para a roupa do bebé, mesmo as mais sensíveis, incluindo fraldas reutilizáveis, dura para 90 lavagens e apenas tem 1.3 kgs?  Este detergente é pequenino mas muito eficiente, basta 1 colher de sopa para 1 máquina inteira de roupa, pois tudo o que está na embalagem é mesmo para lavar, seguro para bebés, incluindo os com eczema. Se escolhermos um detergente comum gastaremos em média 72,80€, com o Rockin Green 54,60€, ou seja a poupança anual pode ser no mínimo de 18,20€. Quem tiver mais roupa para lavar mais conseguirá poupar (rima e é verdade).

A maquina cheia de fraldas sujas :-)

A maquina cheia de fraldas sujas 🙂

 

Toalhitas Reutilizáveis! Quem usa.

Acreditam se vos disser que em dois anos de João nunca utilizei toalhitas descartáveis para o limpar?

Não é que seja fundamentalista, longe de o ser, nós na Ecologicalkids até temos toalhitas descartáveis biodegradáveis mais amigas da pele do bebé e do ambiente. Só que eu estou tão habituada às minhas toalhitas reutilizáveis que não vejo necessidade de usar outra coisa, mesmo! 🙂

Em casa, fora de casa, em viagem, onde for preciso mudar a fralda, quer tenha cocó ou xixi uso sempre as toalhitas.

Primeiro tinha as toalhitas empilhadas ao pé do fraldário com uma termos e molhava-as em água sempre morninha antes de limpar. Até fiz um post onde explicava toda a logística.

Agora já não mudo o João no fraldário (o rapaz ainda me caía lá de cima), passei a mudá-lo quase sempre em cima da minha cama, mas às vezes também é no sofá, na carpete da sala, ou onde calha (em sítios limpinhos, obviamente) … 🙂

Tenho sempre as toalhitas que vou utilizar nesse dia dentro de um recipiente na casa de banho humedecidas com água quente (que depois vai ficando à temperatura ambiente) e um pouquinho de gel de banho. Continua a ser prático e é tão mais confortável e melhor para a pele que nem penso noutra opção.

Já há algum tempo que o João não para quieto a mudar a fralda, quer-se escapar a correr, quer rebolar, dar cambalhotas, saltar, enfim… a hora de mudar a fralda é sempre muito animada e puxa bastante pela nossa imaginação a tentar mil e uma coisas para que ele fique mais sossegado e todo aquele processo seja rápido e se evitem xixis indesejados, outro dia lá foi um em cima da minha cama. Também vos acontece isto?

Uma das nossas brincadeiras passa por ele esconder a cara com uma toalhita e fazer “cuco”! 🙂

Bom, eu tenho toalhitas de todas as formas e feitios, no total devem ser umas 70 toalhitas. Normalmente, utilizo umas 2 ou 3 molhadas para limpar o cocó e 1 seca para secar a pele. Quando é só xixi, uso 1 húmida e outra para secar. Depois junto com a fralda suja e coloco tudo no saco de balde para lavar.

Também as uso para lhe limpar a cara, o nariz ou as mãos.

E quando saio de casa? Meto meia dúzia delas humedecidas dentro da bolsa impermeável que anda sempre na mala de maternidade.

Agora a Piriuki para além das Luxe tem três novas gamas de toalhitas; as Spongy, as Silky e as Superb. Feitas em Portugal!

Umas são maiores, mais grossas e texturadas para desagarrar cocós mais difíceis, outras mais fininhas mas muito suaves quando é só para limpar xixi, com dupla face e sem dupla face ou mais pequenas para andarem na mala e ocuparem menos espaço.

A Piriuki tem toalhitas para todos os gostos!

Há quem diga que umas são mais “jeitosas” para limpar os xixis, outras para os cocós. Há quem reserve umas só para limpar a cara e utilize outras exclusivamente para o rabinho e não faça cá misturas.

No meu caso, não diferencio, a que estiver primeiro é a que pego para limpar a cara ou o rabinho. Mas por acaso gosto mais das toalhitas quadradas, do tamanho das Luxe ou das Spongy pois têm o tamanho certo para agarrar, cabem mesmo bem na minha mão e abarcam o rabinho quando está todo sujo de cocó.O recomendável para quem quiser usar toalhitas reutilizáveis em exclusivo é ter cerca de 60 toalhitas, por isso podem sempre optar uma mistura de várias e adaptar às diferentes situações.
dscf1192_1