Fraldas reutilizáveis, a minha razão

Sempre tive comportamentos ecológicos como a maioria das pessoas, a separação o lixo, coloca-lo no ecoponto, não atirar papeis para o chão e tentar reutilizar o mais possível os produtos.
No entanto com a gravidez tudo mudou, o Pedro ia passar a fazer parte desta vida e o futuro tornou-se mais importante do que alguma vez tinha sido, de repente o ter um planeta melhor o procurar o melhor para o meu bebé fazia todo o sentido.

Enquanto gravida decidi utilizar fraldas de pano, lembro-me que num workshop dado por uma enfermeira ouvi-a dizer o seguinte, “sei que dão trabalho mas o melhor para a saúde do bebé são as fraldas de pano e não as descartáveis”.

Quando cheguei a casa fui ler sobre o assunto, sobre o impacto que a fralda descartável pode ter na saúde do bebé, e existem vários estudos que defendem que problema de infertilidade masculina pode estar relacionado com a fralda descartável, os eritemas da fralda mais graves, os quimicos utilizados, etc, então decidi que ia utilizar fraldas de pano de certeza.
No entanto descobri uma realidade melhor, mais divertida e mais adaptada aos nossos dias que as fraldas de pano – as fraldas reutilizáveis.

O meu bebé nasceu às 36 semanas com 2,3Kg e começei logo a utilizar fraldas recém nascido, no meu caso acho que estas fraldas são indispensáveis, são menos volumosas ajustam-se bem a um bebé pequenino e permitem que até as tamanho único lhe servirem possamos utilizar também fraldas reutilizáveis,  tenho 62 fraldas tamanho único, 18 fraldas recém nascido e 7 fraldas tamanho S e umas 3 tamanho M e L.

Se tiver que apontar a razão principal que me levou a tomar a decisão de utilizar fraldas reutilizáveis foi a saúde, o bebé estar mais confortável (embora a poupança e ecologia sejam de igual importancia, foi a saúde, o que me alertou primeiro para as fraldas reutilizáveis)

Com dois meses :-)

Com 5 semanas

Aqui com uma fralda Bumkins :-)

Aqui com uma fralda Bumkins 🙂

As recém nascido e grande parte das tamanho único foram compradas inicialmente, quando o meu filho entrou para a creche comprei mais e reforcei  com mais algumas tamanho único e esta é a minha coleção de fraldas.

Quanto à familia e amigos, acho que todos ficam curiosos para saber o que vamos fazer e que pais vamos ser, por exemplo, temos dois cães pequenos e lembro-me que quando informámos que estavamos grávidos 🙂 havia uma pergunta que nos faziam frequentemente – e agora os cães? (como se os fossemos deitar fora!) claro que a nossa vida muda com um bebé mas o essencial mantém-se, sim tivemos um bebé, claro que mantemos os cães que aliás, o adoram e utilizamos fraldas reutilizáveis 🙂

Uma das minhas fotos preferidas :-) com uma wahmies de bolso

Uma das minhas fotos preferidas 🙂 com uma wahmies de bolso

O meu marido sempre achou que não fazia sentido utilizarmos descartáveis, por razões de sáúde e pelo desperdicio de comprar e deitar fora, por isso sempre foi um defensor, a familia também achou bem, no entanto alguns amigos acharam que dava muito trabalho e que eramos doidos, a verdade é que quando esses nossos amigos também engravidaram o futuro também a eles lhes disse mais e muitos deles hoje utilizam fraldas reutilizáves nos seus bebés 🙂 às vezes passam pela Ecologicalkids e lá ficamos à conversa sobre as fraldas preferidas e que mais gostamos, aliás apenas as mães que utilizam fraldas reutilizáveis têm como tema de conversa fraldas 🙂

A Totsbots uma marca que agora representamos e distribuimos tem como lema, “nem todas as fraldas são lixo” e acho que é isso, nós gostamos de falar sobre fraldas porque estas não são lixo, são bonitas, utilizamos as mesmas até o nosso bebé deixar as fraldas, ajustam-se mais aqui e ali, bebés magrinhos preferem umas, os gordinhos outras temos umas para a noite, outras para o dia, as mais bonitas para ir a festas ou ao pediatra 🙂 por isso falar sobre fraldas é divertido.

Gosto particularmente da partilha de dicas, de saber o que funciona para aquele bebé e para o outro.
Acima de tudo sempre me senti orgulhosa desta opção e acho que o meu filho quando crescer também vai ficar orgulhoso por ter tomado esta decisão por ele.

Sempre gostei do “trabalho” relacionado com as fraldas, o colocar a lavar, o colocar os absorventes exatamente como queria, o arranjar as fraldas da noite e do dia, o ver as fraldas estendidas 🙂

A primeira fralda que comprei foi uma totsbots de contorno com uma capa, completamente diferentes das que agora a marca tem e a última fralda que comprei foi escolhida pelo Pedro, na Ecologicalkids Lisboa, agarrou numa fralda amber da Blueberry e disse “quero a falda aranja” e assim foi, já coloquei aqui uma foto dele com essa fralda, no casamento da Carla da Ecologicalkids do Porto, podem vê-la aqui neste post.

Já chegou o dia em que arrumei as fraldas todas mas as toalhitas ainda fazem parte do dia a dia, agora só tenho de esperar ter outro bebé para trazer as fraldas todas de volta 🙂

E a vocês qual a razão principal que as levou a tomar a decisão de utilizar fraldas reutilizaveis? a saúde, a poupança ou a ecologia? sei que todas são importantes mas se tivessem de escolher só uma?

3 thoughts on “Fraldas reutilizáveis, a minha razão

  1. Achava que de manhã, o comentário que deixei tinha ficado registado!
    Bem podia ficar `espera que alguém me ajudasse…!!!
    Em relação ao seu post Tânia, as minhas razões para adquirir fraldas reutilizáveis foram exactamente as suas. Identifico-me em pleno neste artigo escrito por si.
    Enquanto grávida, comprei recém nascido, e à posteriori já tenho algumas tamanho único.
    Mas ainda não consegui que o meu bebé usasse nenhuma. Sendo que ele nasceu igualmente, com 2.300kg e actualmente pese 2.700 kg, a fralda fica larguíssima na perna.
    Como fez com o seu? Alguma sugestão?
    Obrigada, Neusa.

    • Boa tarde, no inicio utilizei fraldas reutilizaveis recém nascido de contorno com capa, pois ele era mesmo muito magrinho, por exemplo as bambozzle pequenas são optimas para bebés que fazem muito xixi e são peqeuninos.
      Quando as fraldas de bolso recém nascido ficavam grandes tentava colocar dois absorventes, desta forma ficavam mais perto da perna, no entanto às seis semanas eu já lhe conseguia vestir algumas tamanho único e as recém nascido ficavam perfeitas.
      Das tamanho único a Bumkins servem por exemplo a um recém nascido mesmo muito pequenino.

  2. Saude ! Sem duvida que saber e entender o que os bebes passam por usar fraldas descartaveis foi o suficiente para querer que as minhas meninas nao tivessem de passar por esse desconforto . Decidi que era o mais importante no enxoval e assim que me perguntavam o que precisava , mostrava o site e dizia que uma fralda seria o melhor presente ! Hoje agradeco aos que nos presentiaram desta forma , deram me um presente a duplicar pois ja as uso na minha segunda filha .

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s