Dicas Ecológicas

Ontem recebi na loja um simpático casal que vai iniciar a utilização das fraldas reutilizáveis na sua bebé de quatro meses.

O pai estava com um certo receio e inicialmente só queria levar duas fraldas para experimentar. Mas depois da explicação e apresentação de todas as fraldas, a mãe convenceu-o a levar mais algumas para pelo menos durante um dia poderem utilizar exclusivamente as fraldas e perceberem toda a sua dinâmica.

Então levaram de velcro, de molas, tudo em um… Uma pequena amostra dos vários modelos para depois optarem pelas suas preferidas.

Em conversa referiram que lhes fazia bastante confusão a quantidade de fraldas descartáveis que ao final de um dia iam para o lixo e eram desperdiçadas. Conversa puxa conversa começamos a falar sobre comportamentos ecológicos. Quando disse que puxava a água fria do banho para um balde soltaram uma gargalhada e disseram “nós também”! Foi como se pertencêssemos ao mesmo clube! Só que este casal faz diferente de mim, eu tiro a água para o balde e utilizo-a para fazer descargas, ou limpar o chão. Eles utilizam garrafões de cinco litros. E sim conseguem encher um garrafão de cinco litros enquanto a água não aquece! Cinco litros que seriam desperdiçados. Essa água passam-na depois pela jarra “Brita” para a filtrarem e depois a beberem. J

Adorei a dica destes papás ecológicos!

Alguém tem mais dicas que queira partilhar?

2 thoughts on “Dicas Ecológicas

  1. Ora então algumas dicas. 🙂
    Ecológicas no sentido de poupança de recursos: colocar um garrafa com areia dentro autocolismo mas descargas mais pequenas. Água de lavar e cozer os legumes pode ser usada para regar plantas. Reduzir temperatura no esquentador durante o verão consome menos gás e não precisaremos de misturar água fria no banho.
    Ecológicas no sentido de geração de menos poluentes: substituir amaciador por vinagre (tanto na roupa como no cabelo), deixar de usar detergente da roupa e fazer sabão em casa. Substituir gel de banho por sabão feito em casa (que é diferente do de limpeza). Substituir todos os detergentes de limpeza por produtos de limpeza caseiros e totalmente natuarais (tenho algumas receitas no meu blogs)
    Espero ter ajudado! 🙂

  2. Oi!
    Eu considero-me ecológica a cima da media (considerando que a media das pessoas nem separa o lixo) para alem das dicas da Carla, ainda aproveito a água do banho do miúdo, de lavar alguma roupa à mão e a de lavar legumes para por na sanita, quase não despejo o autoclismo. É muito chato porque tem de se andar com baldes para cá e para lá mas quem corre por gosto não cansa 😛
    Tento usar detergentes ecológicos mas a verdade é que alguns são de eficácia duvidosa, como é o caso do da louça (pelo menos o que experimentei).
    Essa dos sabonetes feitos em casa é que não me tinha ainda passado pela cabeça, um dia vou tentar embora, tendo eu pele atópica, não sei se vai ser muito bom.
    Ainda há muito que fazer para mudar mentalidades e fazer o mundo entender que as coisas não podem continuar a ser todas “de usar e deitar fora” senão um dia andamos a caminhar sobre o nosso próprio lixo. As vezes há pequenas coisas que podíamos todos fazer, que não custava nada, coisas tao simples como apagar os aparelhos no botão e não os deixar em stand by.
    Muitas vezes as pessoas também não sabem o que fazer porque, especialmente as mais velhas, não têm ideia do que é ter atitude ecológica porque não foram educadas para isso.
    Ainda assim é giro constatar que os mais velhos, muitas vezes por causa da pobreza da altura, tinham comportamentos que agora são vistos como ecológicos. Como os meus avós, guardam todos os saquinhos da mercearia, coisa que quando eu era muida os via fazer e achava estranho porque em todo o lado dão sacos de plástico, para que guarda-los? Hoje faço o que os meus avós fazem e recuso determinantemente qualquer saco que me tentem impingir.
    Gostava também de deixar a questão sobre resíduos orgânicos: Alguem sabe se em lisboa a câmara ou alguma entidade recolhe lixo orgânico para compostagem? Ou se há algum lugar onde se possa entregar esse lixo. É que moro no centro da cidade e não tenho mesmo forma de reaproveitar isso, e nos dias de sopas dá-me pena deitar todas aquelas cascas para o lixo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s