Prevenir a Luxação da anca

Hoje lembrei-me de falar sobre algo nas fraldas reutilizáveis que me deixou um bocado preocupada e que por mais que pesquisasse, nunca encontrei referência nenhuma on-line.

As mães que usam as fraldas reutilizáveis nos seus bebés, já devem ter reparado que o bebé fica com as pernas muito afastadas. E eu estava com medo de que isso fizesse mal à Laura, já tinha ouvido falar na luxação congénita da anca, sabia que ela não tinha porque quando nasceu lhe fizeram muitos exames, mas como qualquer mãe galinha, tive medo que esta minha opção (caracterizada como maluca por muita gente) de usar fraldas reutilizáveis fosse prejudicar a minha filha.

A verdade é que as fraldas reutilizáveis, principalmente as blueberry, as minhas favoritas, são volumosas, e se isso deixa o rabinho dos bebés um autentico charme, também lhes mantêm as pernas bastante afastadas.

Graças a isso houve até pessoas a dizer que a menina ia ficar “carranchana” (i.e. com pernas arqueadas) e eu não gostei de ouvir, não tanto pela critica implícita, mas mais pelo facto de essas pessoas poderem ter razão.

O que eu procurei nessa internet fora as consequências de os bebés terem de ter as pernas mais abertas… não encontrei nada.
DSC04333

Foi só quando fui ao pediatra, na consulta dos 2 meses que ele, sem que eu perguntasse nada referiu que “estas fraldas que ela está a usar são óptimas, até servem para evitar a luxação congénita da anca.”

Oi? Como assim? E foi então que ele me explicou que pelo facto de obrigarem o bebé a ter as pernas mais abertas, estas fraldas são benéficas, pois evitam que os bebés tenham problemas nas ancas.

Fiquei eufórica! Qual carranchana, qual quê! Estas fraldas são boas em TUDO!!!!!!!

São económicas
São ecológicas;
Previnem infertilidade masculina;
Protegem o rabinho;

e… previnem a luxação das ancas! 🙂

Beijos,
Telma
____________________________________________________________________________
O meu nome é Telma, sou Tester de aplicaçẽs informáticas de profissão e curiosa amadora e meu maior feito é a minha filha Laura 🙂
Da última vez que fui à loja de Lisboa a Tânia falou-me em escrever para o blog, assim cá vai a forma como descobri as fraldas reutilizáveis e da minha odisseia na pesquisa e na certeza que tive assim que comecei a colocar estas fraldas na minha filhota de que esta era a aposta certa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s